Realização da Assembleia Ordinária da UNAMEC discute ações realizadas em 2021 e traça novidades para 2022

Na sexta-feira 03/12/21, os associados da Unamec reuniram-se virtualmente para a Assembleia Geral Ordinária, conforme convocação realizada pelo Edital nº 01/2021/DE/UNAMEC, de 23 de novembro de 2021. A reunião teve como pontos de pauta:
a) Apresentação do novo site da Unamec;
b) Prestação de contas anual da Diretoria Executiva;
c) Informações das ações realizadas pela UNAMEC em 2021 relacionadas à carreira;
d) Contribuição associativa;
e) Cobaci, e;
f) Assuntos gerais.

Após as boas-vindas da presidente da Unamec, Marília Cristyne (auditora do Ifal), foi dado início à assembleia. O primeiro ponto de pauta, que tratou da apresentação novo site da Unamec, foi conduzido pelo Diretor de Tecnologia da Informação, Paulo César Barbosa Alves (auditor da UFSM). Paulo demonstrou aos presentes as telas da nova página virtual, indicando as mudanças ocorridas na atualização do site e as facilidades pensadas para o novo espaço. Como novidade tem-se a possibilidade de adaptação do site, proporcionando maior acessibilidade. Alguns aspectos visuais (fotos e vídeos de eventos) também foram incorporados ao espaço, além de maior controle da relação entre o associado e a Unamec. Materiais antigos, como publicações e documentos, foram mantidos no novo site, para permitir a preservação da história de nossa associação. A diretoria destacou que para execução da página foi contratada a Fonte JR, empresa Jr do IF Sudeste de MG, o critério além do menor preço foi a possibilidade de valorizar o trabalho de estudantes de uma Instituição Federal de Ensino.

O segundo ponto de pauta foi apresentado pelo Diretor Financeiro, Bruno José Pereira Silva (auditor da UFRN). Bruno apresentou a prestação de contas estruturando as informações em: Demonstração do Resultado 2020, Demonstração do Resultado acumulado, Composição Financeira do Resultado, Associados e Anuidades e Acesso às Demonstrações; além disso, o diretor destacou que, sem a realização do Cobaci, em função do cenário pandêmico, a arrecadação foi menor e impactou as contas da Unamec com relação às receitas. O diretor explicou que, no entanto, as despesas da Unamec não foram altas no mesmo período o que não levou a uma situação insustentável para a associação. A previsão é que, com a retomada dos eventos e a expectativa da realização do Cobaci no próximo ano, as contas voltem a ser superavitárias. Após a apresentação da diretoria financeira, o conselheiro fiscal João Vitor Miranda de Menezes (auditor do Ifbaiano) apresentou parecer de aprovação das contas. A assembleia foi consultada e aprovou as contas por unanimidade.

Após a pauta de prestação de contas, foi proposta uma inversão de pauta, dado o tema, e a assembleia aprovou a discussão da contribuição associativa. A presidente da Unamec iniciou a pauta propondo a conservação do valor cobrado nos anos anteriores, R$ 75,00 (setenta em cinco reais) considerando o cenário financeiro do país e na perspectiva de que fosse possível uma maior adesão de associados e atualização dos inadimplentes, no entanto, após a defesa de associados, a assembleia votou e a maioria definiu o aumento da contribuição associativa para R$ 100,00 (cem reais), considerando a possibilidade de maior equilíbrio nas contas da associação. Marília informou que na semana seguinte já iria iniciar a campanha de associação e de arrecadação das anuidades dos associados. Foi indicada, ainda, a possibilidade de criar espaço próprio para doação à Unamec. Assim, o pagamento da contribuição anuidade pode ser feita no link Entrar > Meu perfil > Renovar Associação https://www.unamec.com.br/home/perfil/

O ponto de pauta seguinte, que tratou das Informações das ações realizadas pela UNAMEC em 2021 relacionadas à carreira, foi introduzido pelo vice-presidente Paulo Marcelo Santana Barbosa (auditor do IFPE) que detalhou como se deu a atuação da Unamec junto à Fenaud (Federação Nacional dos Auditores de Controle Interno Público). Paulo, que é Vice-Presidente para Assuntos Federais na Fenaud, ressaltou as discussões trazidas neste último ano pelas organizações que representam as carreiras típicas de Estado, sobretudo quanto às estratégias adotadas para encarar a Reforma Administrativa. Paulo ainda relatou os eventos que participou representando a associação.

Quanto às próximas ações, Paulo explicou que está sendo elaborada um estudo de mapeamento e diagnóstico, para entender as características do grupo e subsidiar atuações futuras da Federação. Ainda sobre as ações realizadas quanto à defesa da carreira, Marília explicou que, junto ao MEC, a Unamec tem atuado junto ao Comitê Técnico de Auditoria, buscando seu fortalecimento, uma vez que é a única estrutura do MEC voltada às auditorias. A presidente da Unamec explicou que foi solicitada reunião junto às instituições representativas dos reitores dos IFs (Conif) e das UFs (Andifes). Marília e Paulo, por fim, explicaram como se deu o contato com o Ministério da Economia e CGU na apresentação e defesa da Minuta ao Projeto de Lei que trata da carreira do auditor interno da administração indireta e da importância de revisão do Decreto 3.591/2000, com a inclusão das Audins no SCI.

O último ponto de pauta tratou do Cobaci, e a Diretora de Capacitação e Desenvolvimento Profissional, Débora Ceciliotti Barcelos (Ifes) explicou que já foi iniciado o planejamento do evento que deverá ser realizado no segundo semestre de 2022; diante do cenário de retomada das atividades presenciais nas instituições, no primeiro semestre de 2022 os eventos promovidos pela Unamec continuarão remotos.

Recentes